Toalha

“Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos” (Salmos 126:6)

Fazem algumas semanas que venho pensando e ao mesmo tempo relutando em escrever esse texto, talvez pelo fato da minha história pessoal não permitir tal feito, pois os diversos ambientes que tive contato, fizeram de mim um cara perseverante e que sempre acreditou que os reforços mesmo quando impossíveis, eles podem acontecer. Porém os diversos experimentos pessoais que venho realizando, me provaram absolutamente o contrário: Que jogar a toalha em algumas ocasiões é preciso.

A grande maioria dos leitores vivem atrás de respostas ou receitas que possam solucionar-lhes os problemas, fixam-se e compram livros de Auto-Ajuda, na esperança de que contenham palavras ou fórmulas mágicas que lhes mudarão as vidas. A grande parte dos autores pautam-se no princípio do encorajamento, no sentido de que você deve lutar pelos seus objetivos, nunca desistir e ter perseverança. Mas tal postura “perseverante” não adianta se as condições do mundo em que você vive não colabora para que seu intento se realize. Diante dessa exposição, o que fazer?

Bom, se eu fosse um escritor de auto-ajuda, sem sombra de dúvidas lhe diria para persistir, pois o ditado diz que “quem espera, sempre alcança”, mas infelizmente meu caro leitor, parto do princípio de que se você tentou diversas vezes e não conseguiu “não adianta gastar boa vela com mau defunto ”, pois o sobrenatural(contingências acidentais) não vai acontecer.

A maioria de nós, quando empenhados em um grande projeto, ou em uma pessoa, dispende grande parte do nosso tempo e da nossa energia, simplesmente para termos o sucesso como resultado final, ao que eu atribuo de Reforçadores. Porém, quando esses eventos reforçadores ao decorrer do tempo não acontecem, nossa tendência natural é desistir, é isso mesmo o que eu aconselho você a fazer: Desista, pois não vai dar certo, não adianta tentar tirar água de pedra se as contingências não colaboram, não adianta perder sua energia física se desgastando com algo que poderá nunca acontecer, pois o resultado final disso chama-se frustração, estresse, fadiga e tantos outros sintomas que eu poderia enumerar aqui.

Se você meu caro leitor, já tentou de todas as situações, apelou até pra benzedeira e aquilo que você almeja ou sonha não acontece? pule fora, parta pra outros tipos de reforços, movimente sua vida, mude a rotina e busque novos horizontes, em tese: Jogue a Toalha para a mesmice, pois as vezes é preciso.

Anúncios